Memoria de Um Sargento de Milicias

Projeto ER Arte Literatura

 

Memórias de um sargento de milícias é uma obra de transição para o Realismo, por este motivo é uma obra tão valiosa a Literatura Brasileira.

Em vez de salões aristocráticos e dos ambientes sofisticados, como aqueles que aparecem em A Moreninha, a ação do romance Memórias de um sargento de milícias se passa nas ruas e casebres do Rio de Janeiro do "tempo do rei" (D. João VI), com seu povo alegre e seus tipos pitorescos - as comadres, os moleques, os soldados, as mulatas

A figura central, que garante a unidade das inúmeras ações que se sucedem num ritmo bastante dinâmico e divertido, é Leonardo, filho enjeitado de Leonardo Pataca e Maria da Hortaliça, criado pelos padrinhos: uma parteira (comadre) e um barbeiro (compadre).

O narrador, que frequentemente interrompe a narrativa para comentar as ações das personagens, focaliza a vida agitada de Leonardo, seus casos com a mulata Vidinha, o namoro com Luisinha e seus planos para escapar das perseguições do severo major Vidigal.

© Todos os direitos de som, texto e imagem deste site pertencem a ER Arte Produções

  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • c-youtube

ER Arte Produções

(11) 2931-6738

culturaearte@terra.com.br